LEGENDA Bora Ler: História da Sua Vida e Outros Contos - Ted Chiang

Publicadas originalmente em volumes diversos, as narrativas de Ted Chiang estão pela primeira vez reunidas em uma coletânea. Entre as histórias dotadas de rigor científico, humanidade e lirismo estão “A torre da Babilônia”, na qual um minerador sobe a famosa torre com a missão de escavar a abóbada celeste; “Divisão por zero”, uma reflexão precisa e devastadora sobre o fim da esperança e do amor, e “História da sua vida”, na qual uma linguista aprende um idioma alienígena que modifica sua visão de mundo. Com uma prosa límpida e ideias às vezes desconcertantes, Chiang comprova seu inegável talento para a boa ficção científica: a capacidade de contar uma história humana, extremamente bem escrita, na qual a ciência funciona como expressão dos questionamentos mais profundos enfrentados pelos personagens. Um livro repleto de ideias originais e passagens inesquecíveis.
Vale a pena ou a galinha inteira?


O que acontece quando você mistura contos e ciência? Ou você pode ter um livro de contos extremamente complicado e chato, ou um livro de contos totalmente instigante. História da Sua Vida e Outros Contos consegue ficar no limiar entre esses dois pontos. 

Bem, esse não é o primeiro trabalho do autor americano Ted Chiang que desde 1990 escreve diversos contos cuja temática principal é a ficção científica com mesclas de tons filosóficos com existenciais e essa coletânea foi publicada originalmente em 2002. 

Como todo livro de contos, existem aqueles extremamente bons e aqueles medianos (no caso dessa obra em especial, não há contos que se possa chamar de ruins). Não que a escrita do autor seja mediana, pelo contrário, ele escreve os temas com maestria, mas o grande X da questão é o fato de muitas vezes, eu não consegui me inserir naquela realidade que o autor criou e isso comprometeu a leitura. O livro é composto por oito contos e posso dizer que gostei de metade deles.  

O papel do cientista (seja ele biólogo, matemático, físico, químico, etc.) me instiga muito, talvez por estar inserido na primeira categoria das citadas anteriormente, e quando um autor consegue escrever ficção científica com um cenário passível de ocorrer na "vida real", já consegue inúmeros pontos comigo, mesmo que essas histórias exijam do leitor uma atenção maior por conta da ambientação em si. 

Os contos em si, possuem uma profundidade em todos os aspectos, e diferente de muitos contos com a receita de bolo: começo, meio e fim; aqui temos uma ruptura em certos contos. Há aqueles em que o leitor parece ser jogado no meio dele e temos que construir o ambiente a partir das descrições e situações narradas, para entendermos onde o autor está querendo nos levar, e por se tratar de serem histórias, isso tem que ser feito de forma rápida em certos casos. Isso é super válido, você lê um livro de ficção científica que te faz pensar no que o autor está te passando e vai além! Te faz pensar em um cenário que o autor não quis te mostrar, ou mostrou de forma indireta. Você acaba pensando duas vezes.

Falar sobre livros de contos, geralmente é um trabalho difícil. São várias histórias, algumas se ligam de certa forma (como O Vilarejo do Raphael Montes), ou não, e nessa obra há uma ligação sublinhar talvez, já que todas abordam de forma lírica ou não o conhecimento, ou a busca pelo conhecimento, inclusive, em um dos contos uma personagem fica mentalmente instável por ter obtido um determinado tipo de conhecimento. Sabiamente posicionado, o conto que mais gostei foi o primeiro A Torre da Babilônia que me instigou e muito a continuar e a descobrir os outros sete contos.

Baseado na mitologia bíblica da Torre de Babel, o autor nos narra a história de um minerador que precisa subir ao topo da torre para escavar a abóbada celeste. Se você se prende à narrativa, você chega a sentir vertigem com que o autor narra (ainda mais eu que tenho medo de alturas, a perna chega a tremer).

Mas o conto que pode se considerado o mais famoso, é aquele que dá nome à coletânea: História da Sua Vida e essa exposição maior está vinculada à adaptação cinematografia que esse conto recebeu em 2016 pelas mãos do diretor Denis Villeneuve. A Chegada tem Amy Adams (Encantada, Batman vs. Superman) como protagonista e narra a história de uma linguista e sua interação com espécies alienígenas que chegam no planeta para manter contato. O filme recebeu oito indicações ao Oscar 2017, incluindo Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Fotografia e Melhor Roteiro Adaptado.

Por fim, é um livro que vale a pena ser recomendado por se tratar de um livro de ficção científica escrito de forma clássica, porém, contemporâneo. Alguns desses contos são muitos críveis e isso é o que um bom livro pode oferecer, contudo, a experiência de leitura irá variar de pessoa para pessoa. Dizer que esse livro é para intelectuais? Não acredito nisso. O autor expõe suas ideias de uma forma muito limpa e faz com que o leitor entenda os conceitos por ele abordado. O que quero dizer dizer é que vai depender se você gosta de contos, de ficção científica, etc., mas os contos são curtos em sua maioria e uma releitura deles pode abrir mais a mente, caso algo tenha ficado truncado.

Então é isso pessoal, por hoje é só e caso tenham gostado do conteúdo, não se esqueçam de nos seguir também em nossas redes sociais FacebookInstagramSkoob e Twitter. 

Abraços ^^


7 comentários:

  1. Em primeiro lugar, eu tenho que comentar que amei o: "Vale a pena, ou a galinha inteira" Haha ;)
    Adorei seu blog e já tô seguindo aqui!
    Adorei a capa desse livro e como fã de ficção científica acho que vale sim a pena eu ler...rsrs
    Grande abraço!!

    www.lendo1bomlivro.com.br
    @lendo1bomlivro

    ResponderExcluir
  2. Nunca li nenhum conto,obrigado pela dica,vou incluir esse na minha lista.
    Um abraço

    http://diasdeleitores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oii
    Não me interessei pelo livro, gostei do seu blog.

    Abraços:**
    http://FebredeLivro

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Ouço muito sobre esse livro, mas até agora não sentia vontade de ler. Sua resenha ficou ótima e despertou minha curiosidade.

    Beijos,
    Ler Antes De Dormir

    ResponderExcluir
  5. Adorei o blog! É bem diferente do que já tinha visto!
    Já estou seguindo!

    http://euliaeleio.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  6. Excelente resenha.
    Não tenho costume de ler contos. Acho que não leria esse livro, mas adorei sua resenha.
    E gostei da ideia Vale a pena ou a Galinha. hahaha
    Parabéns pelo blog.

    Estou seguindo
    Beijos
    http://doceestante.blogspot.com/

    ResponderExcluir